quinta-feira, 30 de agosto de 2018

TIRO CERTEIRO: durante Operação Head Shot três homens são presos, armas e munições são apreendidas, em Saloá


Na madrugada de hoje (30), policiais civis da Delegacia de Saloá, sob o comando do Delegado Alysson Câmara deflagraram uma operação denominada “HEAD SHOT”, objetivando apurar denúncias de comercialização, posse ilícita de armas de fogo, guarda em cativeiro e comercialização de pássaros silvestres.
Durante as diligências os policiais dirigiram-se ao endereço do primeiro alvo, na casa do suspeito, identificado como sendo Manoel Martins da Silva, de 85 anos, residente na Rua Roldão Tenório Cavalcante, no  centro de Saloá.  Após receberem autorização do proprietário, realizaram uma busca minuciosa na residência, lá os policiais localizaram um verdadeiro arsenal, composto por 23 (vinte e três) armas de fogo, sendo: 2 (dois) revólveres, 1 (um) rifle, 1 (uma) garruncha e 19 (dezenove) espingardas de diversos calibres que eram utilizadas para caça (tanto de fabricação industrial quanto artesanal), além de munições de diversos calibres, apetrechos para recarga, composto por: pólvora, polveiro, chumbo, espoletas, buchas e instrumentos utilizados em caça de animais silvestres.

Na ocasião, o dono da residência alegou não ser proprietário de todas as armas, apenas do revólver cal. 38, afirmando que, para complementar sua renda trabalhava como armeiro na região realizando pequenos consertos, só que a maioria das armas seriam de pessoas desconhecidas que deixavam na sua residência para serem consertadas. 

A referida apreensão impressionou até mesmo a equipe dos policiais civis, que efetuaram a prisão do suspeito, pela grande quantidade de armamento e munições de grosso calibre, inclusive de uso exclusivo do Exército Brasileiro, encontrados e apreendidos  em pleno centro da cidade onde o autuado mora juntamente com sua esposa. Os policiais verificaram ainda que apesar da idade, o preso é bastante conhecido na região atuando no conserto e manutenção de armas há vários anos, inclusive possuí uma pequena oficina na garagem de sua residência.

O suspeito foi autuado pelo crime de posse ilícita de armas de fogo de uso restrito e comércio equiparado de arma de fogo e munições. O homem foi levado para a Delegacia de Plantão onde permanecerá custodiado para ser apresentado na Audiência de Custódia, em Garanhuns.

Segunda etapa da operação

Dando continuidade a Operação “HEA DSHOT”, a equipe de de policiais dirigiu-se ao Sítio Santa  Tereza, na zona rural de Saloá,  na residência de um indivíduo identificado como sendo Myriel Cavalcanti Filho Melo, de 63 anos. De acordo com a Polícia, contra ele havia denúncia de que o mesmo estava na posse ilícita de armas de fogo e munições. Noa propriedade de Myriel, foi encontrada uma espingarda cal. 16, de marca Rossi, de dois canos, acompanhada de 15 (quinze) cartuchos no mesmo calibre  todos intactos.

Diante do flagrante, o suspeito recebeu voz de prisão e foi levado à Delegacia local para adoção das medidas legais cabíveis, sendo autuado pelo crime de posse ilegal  de arma de fogo/munição. A autoridade estipulou fiança que foi paga. Agora o elemento  vai responder ao processo em liberdade.

Terceira etapa

Continuando  a Operação “HEAD SHOT”, que também significa “Tiro Certeiro”, a equipe se deslocou até a Rua Velha, no Povoado São Serafim, em  Saloá, para verificar denúncia de posse ilícita de pássaros silvestres em cativeiro e armas de fogo, sendo comprovada a veracidade da denúncia, onde um indivíduo identificado como sendo Gilmar Ferreirae Silva, 54 anos, ele foi flagrado mantendo diversas aves silvestres em gaiolas e viveiro.
Na ocasião, durante as buscas também foram localizadas e aprendidas duas armas de fogo, sendo 1 (uma) espingarda cal. 36 e 1 (um) revólver cal. 38 com oito munições intactas, que pertencem ao suspeito, o qual recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia, onde foi autuado em flagrante delito pelo crime de posse irregular de arma de fogo e por manter em cativeiro, sem autorização do IBAMA, diversos pássaros silvestres da fauna brasileira, vindo a pagar fiança e responderá ao processo em liberdade.
Participaram da Operação, que retirou de circulação um total de 26 (vinte e seis) armas de fogo, diversas munições e devolveu à liberdade inúmeros pássaros silvestres, o Delegado Alysson Câmera, os Comissários Caio Afonso, e Florisvaldo Júnior,  e o  agentes  Renato Silva e a Escrivã Yara Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário