quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Mulheres são presas por tráfico, em Garanhuns

A Polícia Civil através da 22ª Delegacia de Homicídios e 8ª Delegacia de Polícia de Repressão ao Narcotráfico (DPRN) prenderam três mulheres suspeitas de traficarem droga no bairro do Indiano em Garanhuns/PE. As prisões aconteceram no início da tarde desta terça-feira (25/9).

De acordo com a Polícia Civil, Agentes da 22ª Delegacia receberam denúncia anônima de que duas mulheres estavam traficando nas proximidades do trevo de acesso a PE 177, no bairro do Indiano. De imediato os policiais da 22ª DPH e 8ª DPRN que tem como titulares os delegados Eric Costa e Flávio Pessoa foram até o local denunciado e visualizaram quando duas mulheres foram até um ponto de ônibus as margens da BR 423. A terceira suspeita se juntou as outras logo em seguida, ao chegar num mototáxi, momento que todas foram abordadas para averiguação devido a denúncia enviada a delegacia.

Ainda segundo a polícia, a Edineide da Silva, de 24 anos tentou se desfazer de 20g de crack, porém sua ação foi percebida e em sua bolsa foram encontradas mais 200g do mesmo entorpecente. A equipe policial foi até a casa dela na Trav. José Rodrigues Dudu, no Indiano, onde foram encontradas mais 241g de crack, 31 porções de maconha (big big), duas balanças de precisão e uma quantia em dinheiro.


A outra suspeita, Adriana dos Santos Amorim, de 30 anos, moradora da mesma travessa, também portava droga. Com ela foram encontradas três porções de maconha dentro do sutiã. Em sua casa a polícia encontrou R$ 300,00 (trezentos reais), em espécie. Com a terceira envolvida, Andreza Ferreira da Silva, de 24 anos, residente na Rua Fortaleza, na Boa Vista, a Polícia Civil informou que foram apreendidos uma quantia de R$ 600,00 (seiscentos reais), em espécie, valor que seria referente a uma parcela da compra do entorpecente, segundo depoimento da Edineide da Silva. A polícia informou ainda que Adriana e Edineide já cumpriram pena por tráfico de drogas. Já Andreza tem o esposo preso por tráfico de droga e tentativa de homicídio. As três foram autuadas em flagrante por tráfico de droga e associação para o tráfico e serão apresentadas em audiência de custódia. O delegado Eric Costa, titular da Delegacia de Homicídios, pede a população do bairro que continuem fazendo as denúncias, pois toda informação será investigada e os culpados serão presos.

(Do Agreste Violento)

Nenhum comentário:

Postar um comentário