terça-feira, 13 de novembro de 2018

Homens são presos, armas e pássaros apreendidos em Saloá, no Agreste

Na tarde de hoje terça-feira (13), policiais civis da Delegacia de Saloá, sob o comando do Delegado Alysson Câmara, realizaram diligências na zona rural da cidade, deslocando-se primeiramente ao Sítio Cavaco, na residência de um popular conhecido pelo apelido de "Negao do Gás". De acordo com a Polícia Civil, sobre sobre o elemento citado existiam denúncias de que o mesmo estaria na posse irregular de arma de fogo e pássaros silvestres da Fauna brasileira em cativeiro sem licença ambiental.
Ao ser indagado com a chegada dos policiais sobre a denúncia, o proprietário, identificado como sendo Edvaldo Brás Lopes, de 38 anos, confirmou a posse de uma espingarda de fabricação artesanal do tipo soca-soca, que foi localizada e apreendida pela equipe de policiais civis, juntamente com inúmeros pássaros silvestres distribuídos em gaiolas e viveiros.

Na mesma operação, os policiais se dirigiram ao Sítio Pisquira, também em Saloá, na residência do popular conhecido pelo apelido de "Corre-campo", sobre quem também recaiam denúncias de estar na posse ilícita de armas e pássaros sem a devida licença ambiental. À Polícia Civil, Edvado Veríssimo, "Corre Campo", 40 anos confirmou que mantinha em sua casa, para sua defesa pessoal, uma espingarda cal. 28, que foi localizada e apreendida pela equipe de policiais civis, juntamente com cartuchos intactos e alguns pássaros silvestres da Fauna brasileira em gaiolas.

Após receberem voz de prisão, os presos foram encaminhados à Delegacia local, onde foram autuados em flagrante delito pelos crimes de posse irregular de arma de fogo de uso permitido e por manter em cativeiro, sem autorização do IBAMA, diversos pássaros silvestres da fauna brasileira, vindo a pagarem fiança e responderão aos processos em liberdade.

Já os pássaros apreendidos serão encaminhados ao CETAS/ Tangara, vinculado ao CRPH na cidade de Garanhuns, para readequação e posterior reinserção nos seus habitats naturais. 

Participaram das prisões o Delegado Alysson Câmara, os comissários Caio Afonso, Florisvaldo e a escrivã Yara Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário