quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Polícia Civil deflagra ações apreende armas de fogo e prende elementos, em Saloá

Na tarde quarta-feira (30), policiais civis da Delegacia de Saloá, sob o comando do Delegado Alysson Câmara, em razão das recorrentes operações visando combater a pratica reiterada de crimes na cidade, a Delegacia vem recebendo inúmeras denúncias acerca de crimes de posse/porte ilícitos de armas de fogo, uma das quais resultou nas prisões em flagrante de Antônio Araújo, agricultor, de 70 anos) proprietário de um bar no Sitio Catimbau, zona rural de Saloá, o qual foi  flagrado na posse de 5 (cinco) armas de fogo, sendo duas espingardas do tipo soca-soca, uma espingarda do tipo bacamarte, uma espingarda cal. 28 e um revólver Rossi cal. 22, além de 10 (dez) munições, sendo quatro cal. 28 e seis no cal. 22.
Também foram presos Genêsio Santos Silva, agricultor, de 69 anos, flagrado na posse de uma espingarda de fabricação artesanal do tipo soca-soca, apreendida na sua residência José Cláudio de Almeida, agricultor, 39 anos, detido na posse também de uma espingarda de fabricação artesanal do tipo soca-soca em sua residência, além de apetrechos para recarga.

Ambos alegaram possuírem as armas há  vários anos para sua defesa pessoal e de seu patrimônio, bem como para caça de pequenos animais silvestres.

Após receber voz de prisão, Antônio Araújo, foi levado à Delegacia local, onde foi autuado em flagrante delito por posse ilegal de arma de fogo - crime afiançável, razão pela qual foi arbitrada e paga fiança no valor de R$ 1.000,00 (um mil reais), respondendo ao processo em liberdade.  Já Genêsio e José Cláudio pagaram fiança no valor de R$ 350,00 trezentos e cinquenta reais cada um, valores que foram pagos e os mesmos responderão ao processo em liberdade.




Nenhum comentário:

Postar um comentário