quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Delegacia de Homicídios prende elemento que matou colega com tiro de 12 na zona rural de Garanhuns

Na tarde de hoje, (12) a equipe da 22ª Delegacia de Polícia de Homicídios de Garanhuns, sob comando do delegado Eric Costa Cândido (foto abaixo), deu cumprimento ao mandado de prisão temporária em desfavor de Josildo da Silva, suspeito de ter cometido homicídio que vitimou Leonardo Alves Teixeira, o qual foi alvejado por disparo de arma de fogo dentro de sua residência, no Sítio Baraúna, fato ocorrido no dia 27 de agosto deste ano.

O CRIME: no dia do crime, Familiares da vítima compareceram na Delegacia de Homicídios, informando que Leonardo Alves  havia sido morto dentro de casa por disparo de arma de fogo e que o corpo da vítima se encontrava na residência. Ainda segundo as mesmas informações, o local tratava-se de uma propriedade rural, um local ermo e de difícil acesso. De acordo com o apurado, a vítima se encontrava na companhia de Josivaldo, que disse apenas ter ouvido o barulho do tiro enquanto estava em um quarto da residência, encontrando posteriormente a vítima em óbito.

As investigações se iniciaram pela Delegacia de Polícia e após perícia e depoimentos de testemunhas bem como outras evidências, constatou-se que Josivaldo estava próximo a vítima no momento em que ela foi morta, já que suas vestes foram atingidas por sangue e material biológico da vítima. 

Diante de elementos de prova,  a Autoridade Policial representou pela expedição de mandado de Prisão Temporária do investigado, que foi deferido pelo Juízo da 1ª Vara Criminal de Garanhuns e cumprido nessa data.

Nenhum comentário:

Postar um comentário