domingo, 29 de setembro de 2019

FOI LIBERADO: comerciante que matou elemento após ser assaltado e ameaçado é posto em liberdade após Audiência de Custódia, em Garanhuns

O comerciante que matou o elemento Cleuton dos Santos Albuquerque, na noite da sexta-feira (27), no Parque Fênix, em Garanhuns, foi posto em liberdade provisória na audiência de custódia realizada na manhã deste sábado (28).

A decisão foi do juiz Maurício Gusmão, atendendo a pedido do advogado, defensor do acusado, com o o parecer favorável do promotor de justiça Domingos Sávio.

O entendimento da justiça é que seria desnecessária a prisão preventiva no caso concreto, uma vez em que o comerciante autuado confessou o crime, manifestando arrependimento, não fugiu nem reagiu à prisão, não possui antecedentes, tem endereço e profissão certas, não ameaçou testemunhas, nem demonstra periculosidade.

De acordo com as informações do promotor Domingos Sávio, foram aplicadas ao autuado, sob pena de revogação da liberdade provisória, as seguintes medidas cautelares: recolhimento noturno, não aproximação de parentes da vítima, não frequentar bares, não se ausentar da comarca sem autorização judicial e comparecer aos atos do processo para o qual for intimado.

2 comentários:

  1. Parabéns ao juiz e aí DR: Domingos porque ele agiu em legítima defesa para se proteger e proteger sua família

    ResponderExcluir
  2. Parabéns senhor Juiz!!! QUEM FOI ROUBAR E AMEAÇAR NÃO FOI O COMERCIANTE. ELE NÃO MERECE PRISÃO. E BANDIDOS TEM QUE PARAR DE TER BENEFÍCIOS E VEZ NESTE PAIS. PARA MI ELE PESOU NA SUA FAMÍLIA QUE ESTAVA SOBRE AMEÇAS DESSE MELIANTE. E HOJE INFELIZMENTE NÃO TEM COMO A JUSTIÇA GARANTIR SEGURANÇA TOTAL A POPULAÇÃO QUE ESTA DESARMADA. AI O CIDADÃO CHEGA A ESTE PONTO DE TER QUE MATAR QUEM COLOCOU SUA VIDA E DA SUA FAMÍLIA EM RISCO. LAMENTÁVEL ESSAS NOVAS LEIS QUE ESTÃO APARECENDO NO BRASIL .

    ResponderExcluir