quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

NÚMERO POSITIVO: Delegacia de Homicídios de Garanhuns resolveu 78% dos homicídios praticados em 2019

A 22ª Delegacia de Homicídios, por intermédio do Delegado de Polícia Titular Dr. Eric Costa Candido, tornou  público durante a tarde desta quinta (02), para divulgação nos diversos meios de Imprensa o balanço geral do trabalho desenvolvido e números referentes ao exercício de 2019, no que se refere aos Crimes Violentos Letais Intencionais - CVLI.
No ano de 2019 foram 53 (cinquenta) homicídios consumados, enquanto no mesmo período de 2018 foram um total de 39 crimes, um aumento em relação ao ano passado, ocasionado em razão de disputas relacionados ao tráfico de drogas.

A taxa de resolução (crimes em que são solucionados e os Inquéritos Policiais são enviados ao poder judiciário para que sejam julgados) foi de 78% (setenta e oito por cento), enquanto no mesmo período do ano de 2018 o índice foi de 72% (setenta e dois por cento). 


Ao todo, foram remetidos 129 Inquéritos durante o ano de 2019, um aumento de 268% (duzentos e sessenta por cento) em relação ao ano anterior. 

No que se refere as apreensões de armas e drogas, em 2019 a Delegacia de Homicídios apreendeu um total de 21 armas de fogo (16 em 2018); foram ainda apreendidos cerca de 2kg de Crack/cocaína (um aumento de 100% em relação a 2018) e 18 kg de maconha (enquanto em 2018 foram apreendidos 14 Kg). 

Em 2020 os desafios continuam e a delegacia especializada promete trabalhar para proporcionar uma sociedade mais tranquila, com paz social, fortalecendo a credibilidade do cidadão no trabalho da Polícia Civil.

Todas as informações desta matéria foram repassadas pelo Delegado Eric Costa, titular da Delegacia de Homicídios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário