terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Operação da Delegacia de Homicídios prende na Cohab 2 suspeitos de praticarem assaltos, tráfico e homicídios em Garanhuns

No início da tarde de hoje (03), por volta das 12h00, Policiais Civis da 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns, coordenados pelo delegado Eric Costa, receberam informações de que um grupo de pessoas, todas moradoras na Rua Gerson Emery, no bairro COHAB 2, na cidade de Garanhuns, associaram-se com a intenção praticar roubos, tráfico de drogas e ainda seriam suspeitos de praticarem homicídio na cidade de Garanhuns.

Segundo apurou a investigação, o local seria também utilizado como ponto de vendas de drogas, haveria arma que poderia ter sido utilizada na pratica de roubos e homicídios nessa cidade. Foi realizado monitoramento da residência e constatada a veracidade das informações.

Após monitoramento do local pela equipe de investigação, foi constatada a pratica de tráfico de drogas na residência. Dada a concreta suspeita de situação de flagrante delito, a Autoridade Policial decidiu pela entrada no respectivo Imóvel, o que foi realizado em conjunto pelos policiais civis da Delegacia de Homicídios e DENARC de Garanhuns.  No local estavam várias pessoas que ao perceberam a chegada dos policiais, empreenderam fuga, tendo então sido capturadas pelos policiais. Durante a fuga, os policiais perceberam que um dos elementos portava arma de fogo e após perseguição, foi capturado e encontrada a arma que havia sido jogada em um telhado de casa vizinha.

Foram então realizadas buscas na residência onde se encontravam os suspeitos e no local, foram encontrados os seguintes materiais ilícitos: 01 (um) revólver marca Rossi, calibre 32; 02 (duas) munições intactas calibre 32; 01 (uma) munição calibre 38, 31 (trinta e um) gramas de crack, balança de precisão,  cerca de R$ 1000,00 (mil Reais) em espécie e notas diversas, e diversos equipamentos eletrônicos objetos de furto e atividade criminosa.


Os presos possuem diversas passagens por crimes como tráfico de drogas, posse de arma de fogo e furto sendo que um deles ainda cumpria pena no regime semiaberto enquanto o outro já havia sido preso em outra oportunidade pelos policiais da Delegacia de homicídios pelo mesmo crime no ano de 2019 e estava a poucos meses em liberdade.

Todo material ilícito encontrado bem como os autores, foram conduzidos até a 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns, onde foram autuados pelos crimes de ASSOCIAÇÃO PARA O TRÁFICO, PORTE DE ARMA DE FOGO E TRAFICO DE DROGAS.

Diante da vigência da lei 13.869/2019 (lei de abuso de autoridade), a identidade dos autuados e autores de diversos crimes não serão tornadas públicas, resguardando assim os agentes públicos de qualquer responsabilização criminal pela divulgação. Desse modo, preserva-se o criminoso. Pune-se a sociedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário