segunda-feira, 27 de abril de 2020

Garanhuns, Cabo e Olinda devem receber novos respiradores resgatados pelo governo

Após Pernambuco receber os 13 primeiros dos 35 aparelhos respiradores apreendidos via Justiça, o Governo do Estado determinou a distribuição para as unidades de saúde de referência no atendimento contra a Covid-19. Receberão as máquinas o Hospital Dom Helder Câmara, no Cabo de Santo Agostinho, e a Maternidade Brites de Albuquerque - reaberta especificamente para atender casos da doença -, em Olinda na Região Metropolitana, além da Unidade Pernambucana de Atendimento Especializado (UPAE), em Garanhuns, no Agreste.
As máquinas serão testadas e revisadas pela equipe técnica da Secretaria de Saúde do Estado, antes de seguirem viagem para as unidades, ainda nesta segunda-feira. A quantidade distribuída para cada unidade, no entanto, ainda deve ser divulgada. Outras 22 unidades dos respiradores ainda devem chegar a Pernambuco nesta terça-feira (28).

Os 35 aparelhos fazem parte do primeiro lote adquirido, dos cem equipamentos previstos em contrato realizado junto à empresa Intermed Equipamento Médico Hospitalar Ltda., de fabricação nacional. O lote em questão tinha como data de entrega o dia 20 de março, no entanto não foi realizado o despacho da carga. Segundo a Secretaria de Saúde, a empresa alegou retenção por determinação federal via Ministério da Saúde, que negou a informação. Os equipamentos foram liberados após ação impetrada pela Procuradoria Geral do Estado, atendida pelo juiz Teodomiro Noronha Cardoso, da 3ª Vara da Fazenda Pública do Recife.

“Essa é uma luta diária. Abrir novos leitos envolve além do espaço físico nos hospitais, os recursos humanos, os insumos e muitos outros detalhes importantes para atender os pacientes”, destacou o governador Paulo Câmara, em pronunciamento oficial realizado no último domingo (26). "Por isso precisamos segurar a disseminação do coronavírus. Quanto menos contato com outras pessoas você tiver, menor é a chance de pegar a Covid-19. Fique em casa", reforçou.

Com os novos equipamentos, Pernambuco agora alcança o total de 712 novos leitos na rede estadual, sendo 333 de Unidades de Terapia Intensiva, além de 379 enfermarias específicas para atender casos da doença. No estado, até o último domingo, foram registrados 4.898 casos e 415 mortes, sendo 391 novas confirmações e 34 óbitos contabilizados nas últimas 24h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário