segunda-feira, 18 de maio de 2020

Policial civil é infectado pelo Coronavírus e reclama de atendimento do Dom Moura, em Garanhuns

O blog do Carlos Eugênio repercutiu uma reclamação de um policial civil feita à Rádio Jornal Garanhuns. Segundo o blog, um Policial Civil manteve contato com a emissora para reclamar do atendimento no Hospital Regional Dom Moura. Ela relatou que após ser contaminado pelo Novo Coronavírus durante uma Operação Policial no Sertão Pernambucano, procurou àquela Unidade Hospitalar para realizar o teste para a COVID-19, mas, segundo ele, não teria tido a atenção necessária.

De acordo com o Blog, trata-se do Policial Vital, que segundo informações da Rádio Jornal, reside na comunidade do Magano, aqui em Garanhuns. Ele relatou que após os primeiros sintomas e ao retornar a Garanhuns, logo procurou o Hospital Dom Moura, via telefone, em busca de auxílio. “Até hoje (14 dias depois) eu não consegui fazer esse exame pelo Dom Moura”, relatou o Servidor Público Estadual, cuja função é essencial para a população. Ele relatou ter feito o exame em um laboratório particular e conseguido atendimento no Posto de Saúde, onde foi medicado. Atualmente, Vital se recupera da doença em casa.

Eu tava desesperado. Estava muito cansado, fiquei mal. Passei um dia, dois mal... se fosse depender que viesse alguma coisa do Hospital Dom Moura, acho que já teria ido a óbito há 13, 14 dias atrás”, relatou o Policial Vital, que garantiu ter concedido a entrevista a Rádio Jornal para que o fato não voltasse a acontecer, sobretudo com pessoas com menor poder aquisitivo.

O Blog do Carlos Eugênio afirmou que manteve contato com a direção do Hospital Regional Dom Moura (HRDM) para que se pronunciasse sobre o assunto, mas mesmo encaminhando o áudio da entrevista para o conhecimento do fato, não houve, até o momento, qualquer pronunciamento do Dom Moura sobre as reclamações do Policial Civil. Seguimos a disposição do HRDM para publicar a sua versão quanto aos fatos registrados nesta reportagem. 

(Com Informações do Blog do Carlos Eugênio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário